Nacional

Agências do trabalhador oferecem 159 oportunidades de emprego

São ofertas de vagas com salários de até R$ 2,5 mil

Publicados

em


Foto: Felipe Menezes

As agências do trabalhador estão com 159 vagas de emprego abertas para esta segunda-feira (29). Deste total, 44 oferecem remuneração acima de R$ 2 mil. A maior delas, no valor de R$ 2.500, mais benefícios, é para serralheiro (20) e para mecânico (2). Para as duas profissões, é necessário ter experiência profissional e ensino fundamental completo.

Outras três áreas estão com 20 vagas abertas cada: ajudante de serralheiro, remuneração de R$ 1.500; balconista, com salário de R$ 1.184; e soldador, que oferece R$ 2 mil mensais. À exceção de balconista, que exige nível médio, todas as outras pedem apenas o nível fundamental completo. Em todos os casos, é preciso ter experiência profissional.

As vagas para técnicos de enfermagem continuam abertas, 20 ao todo, sendo metade delas para aqueles que possuem experiência em terapia intensiva. O salário oferecido é, em média, R$ 1.400, mais benefícios. Ainda na área da saúde, duas vagas para biomédico, um com salário de R$ 1.800 e outra, de R$ 2.100. Nos dois casos, exige-se ensino superior completo.

Entre as vagas oferecidas há ainda  para auxiliar administrativo, auxiliar técnico de refrigeração, encanador, mecânico, motorista, tosador de animais domésticos, entre outros. A média salarial para estas vagas é de cerca de R$ 1.400, mais benefícios.

Os interessados em concorrer a uma das vagas devem atender às exigências para se candidatar. Apesar de 15 Agências do Trabalhador estarem abertas, a recomendação é que a população solicite atendimento remoto, pela Central Alô Trabalho (Telefone 158) e por meio da web, pelo APP do Sine Fácil, que para baixar gratuitamente, basta acessar a loja de aplicativos do seu celular. No momento, só há disponibilidade para aparelhos com sistema operacional Android. Acesse a Play Store e pesquise pelo aplicativo. Após concluir a instalação, clique no ícone do programa para iniciar o Sine Fácil.

 

Agência Brasília

COMENTE ABAIXO:

Propaganda
Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Login

Deixe uma resposta

Nacional

FIQUE DE OLHO: A partir de 12/04, entra em vigor novas regras do Código de Trânsito; veja o que muda

Publicados

em

Por

Nesta segunda-feira (12/4), entra em vigor a Lei nº 14.071/2020, sancionada em outubro do último ano, que altera regras do Código de Trânsito Brasileiro (CTB). Dentre as principais mudanças estão a extensão da validade da Carteira Nacional de Habilitação (CNH) e novos limites de pontuação para a sua suspensão.

O texto da norma prevê ampliação da validade do exame de aptidão física e mental para renovação da CNH. O prazo passa a ser de dez anos para condutores com menos de 50 anos de idade; cinco anos para condutores entre 50 e 70 anos; e três anos para condutores acima de 70 anos.

Outra validade alterada é a do exame toxicológico. Ele continua sendo obrigatório para as categorias C, D e E a cada dois anos e seis meses, mas essa obrigação se estende para condutores menores de 70 anos, independentemente da validade da CNH.

Há aumento do limite de pontos para a suspensão do direito de dirigir, no prazo de 12 meses. Até então, eram 20 pontos, independentemente da gravidade. Com as novas normas, esse número se mantém apenas para quem tiver cometido duas ou mais infrações gravíssimas. Quem tiver apenas uma gravíssima, terá limite de 30 pontos. Para quem não tiver nenhuma, o limite é de 40.

Também passam a valer mudanças quanto aos equipamentos de retenção — a famosa “cadeirinha” no banco traseiro. Antes, o objeto era obrigatório para crianças menores de 10 anos. A idade foi mantida, porém apenas para crianças que não tiverem atingido 1,45 m de altura.

Parar em ciclovia ou ciclofaixa passa a ser infração grave, sujeita a multa de R$ 195 e cinco pontos na CNH. Quem não reduzir a velocidade ao ultrapassar algum ciclista passará a cometer infração gravíssima e estará sujeito a multa de R$ 293.

recall de concessionárias — convocação para substituição ou reparo de veículos — passa a ser um requisito para o licenciamento anual dos automóveis após um ano. A nova lei também cria um Registro Nacional Positivo de Condutores (RNPC), que possibilita concessão de benefícios fiscais a condutores que não tiverem cometido infração de trânsito nos últimos 12 meses — a medida ainda está sujeita regulação do Conselho Nacional de Trânsito (Contran).

Quanto ao processo de habilitação, a lei extingue a necessidade de aulas práticas noturnas. Além disso, acaba com o prazo de 15 dias para novo exame em caso de reprovação.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CATEGORIAS

CATEGORIAS

CATEGORIAS

CATEGORIAS

MAIS LIDAS DA SEMANA