Geral

Agressões contra crianças e adolescentes chegam a quase 120 mil

Publicado

em

Em 2020, foram registradas mais de 150 mil denúncias

Na data em que se comemora o Dia da Criança (12), o Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos (MMFDH) divulgou que o Brasil alcançou a marca de 119,8 mil denúncias de violações de direitos de crianças e adolescentes entre os meses de janeiro a setembro deste ano. Os números são do Disque 100. No ano passado inteiro o total de denúncias chegou 153,4 mil.

Em cerca de 66% dos casos, a agressão ocorre dentro de casa (79.872). De acordo com o levantamento, a agressão vem principalmente dos pais:  51.293 das agressões foram praticadas pela mãe e 20.296 pelo pai. O levantamento não especifica o tipo de agressão sofrido.

Especialistas apontam alguns sinais para identificar se uma criança está sendo abusada. Confira os principais deles:

Saiba o que observar para garantir  proteção às crianças
“É um número muito alto. Precisamos dar um basta na violência, principalmente contra crianças e adolescentes, que são o futuro da nossa nação. Para vencer essa situação, devemos denunciar os casos, cobrar ação das autoridades responsáveis e conscientizar as famílias”, destaca a ministra Damares Alves.

O Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos (MMFDH) tem diversos canais para que qualquer tipo de violência contra crianças e adolescentes possa ser denunciada.

Saiba o que observar para garantir  proteção às crianças
Como denunciar:

O governo federal disponibiliza diversos de canais para atendimento às vítimas do abuso infantil. Entre eles está a Ouvidoria Nacional dos Direitos Humanos, que funciona por meio do serviço Disque 100 e que conta agora com números no WhatsApp e Telegram (basta apenas digitar Direitoshumanosbrasilbot no aplicativo).

A Secretaria Nacional dos Direitos da Criança e do Adolescente do governo federal tem uma cartilha com informações sobre abuso sexual. Nela constam informações como os conceitos de abuso e exploração sexual de crianças e adolescentes, mitos e verdades sobre esses crimes, métodos do agressor e perfil das vítimas.

 

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Geral

O futuro da OAB

Publicados

em

Hoje é o dia da Eleição mais acirrada da história da OAB/GO. Disputam o mandato para a presidência do triênio 2022/2024 os candidatos Dr. Pedro Paulo, Dr. Rafael Lara, Dr. Rodolfo Mota e Dra. Valentina Jungmann.

Da redação

Neste ano de 2021 apesar da pandemia, a campanha para a presidência da Ordem dos Advogados do Brasil foi a mais longa e acirrada da história do Estado de Goiás. A pré campanha teve início em meados de abril quando a atual presidência anunciou seu pré candidato, o advogado Rafael Lara, a então situação rachou neste momento com o lançamento das candidaturas da Dra. Valentina Jungmann (primeira mulher a ser candidata a Presidência da OAB/GO) e do Dr. Rodolfo Mota (atual presidente da CASAG/GO), a oposição concentrou seu apoio ao Dr. Pedro Paulo.

 

Com uma pré campanha cheia de ações e uma estrutura jamais vista, as últimas pesquisas realizadas e divulgadas no final de outubro mostram a liderança do advogado da situação Dr. Rafael Lara. O interessante foi o percentual do líder ficar na casa dos 30%, mostrando a competitividade das demais candidaturas. Lembrando que essas pesquisas aconteceram a mais de 20 dias e as mesmas podem não confirmar o resultado apontado naquele período.

 

As curiosidades notadas nesta campanha milionária foi o engajamento de políticos, entre eles vereadores, prefeitos, deputados e até o governo se manifestou, mostrando que a Ordem em Goiás também politizou. Houve um grande crescimento durante a pré campanha e a campanha nas candidaturas da Dra. Valentina Jungmann e do Dr. Rodolfo Mota.

 

Dra. Valentina que começou sua campanha com índices inexpressivos, hoje deve surpreender a muitos com os votos que irá alcançar. Independentemente do resultado essa campanha serviu para mostrar a Goiás a força da mulher, Dra. Valentina cultiva qualidades que a credenciam a representar os goianos futuramente, tanto no Legislativo estadual quanto no federal.

 

Outro crescimento espantoso foi na candidatura do Dr. Rodolfo Mota, que no início de sua campanha começou com índices baixos, nas pesquisas ele era o terceiro colocado, já no decorrer da campanha mostrou a classe os seus feitos como presidente da CASAG, isso o alavancou, sua campanha cresceu e a maioria dos seus aliados dizem que Rodolfo é o representante que mais agrega aos anseios dos profissionais jovens, e ainda é o candidato mais compromissado com o interior do estado. É o único dos candidatos que possui experiência com gestão de uma entidade.

 

Até o final do dia saberemos quem dirigirá uma das mais fortes entidades do nosso estado, a OAB/GO, que terá uma nova gestão para o triênio 2022/2024. Mais informações você acompanha aqui no portal GazetaDoEstado.com.br e também no jornalismo da TV Gazeta ou pelo @gazetaplay.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CATEGORIAS

CATEGORIAS

CATEGORIAS

CATEGORIAS

MAIS LIDAS DA SEMANA