Internacional

Chile adia plebiscito para mudar Constituição devido ao coronavírus

Votação será feita no dia 25 de outubro

Publicado

em


A Câmara dos Deputados do Chile aprovou ontem (23), por 109 votos a favor, um contra e uma abstenção, o adiamento do plebiscito para alterar a atual Constituição do país, que está vigente desde a ditadura de Augusto Pinochet.

 A votação, que estava marcada para o dia 26 de abril, passou para o dia 25 de outubro deste ano devido pandemia do novo coronavírus.

Há uma semana, o presidente chileno, Sebastián Piñera, declarou estado de catástrofe por 90 dias devido ao aumento de casos da doença. O Chile tem hoje 922 casos confirmados e duas mortes pelo novo coronavírus. A medida concede ao governo poderes para restringir a liberdade de movimento e garantir o fornecimento de alimentos e serviços básicos.

A reforma da Carta Magna chilena é uma das principais reivindicações dos manifestantes que fazem protestos desde outubro do ano passado reivindicando um sistema mais inclusivo e que garanta melhores condições de vida.

Os movimentos sociais veem essa possível reforma como uma oportunidade para realizar a primeira Assembleia Constituinte na história do país. Nenhuma das dez constituições chilenas até hoje foi redigida por meio de um processo democrático.

A mudança na data do plebiscito também alterou o restante do calendário eleitoral. As eleições municipais do país, que estavam marcadas para acontecer em outubro, foram reagendadas para abril de 2021.

Bolívia
A Bolívia também alterou seu calendário eleitoral devido a pandemia do novo coronavírus. As eleições presidenciais, previstas para o dia 3 de maio, foram adiadas por tempo indeterminado.

O país tem hoje 32 casos confirmados sem óbitos.

O governo interino de Jeanine Áñez declarou, no último sábado (21), quarentena de 14 dias em todo o país. Em seguida, o Tribunal Supremo Eleitoral determinou o adiamento das eleições presidenciais e o presidente do órgão, Salvador Romero, afirmou que a nova data será decidida em consenso com as forças políticas do país.

na Argentina, na cidade de Rio Cuarto, as eleições municipais convocadas para o dia 29 de março foram suspensas para evitar a propagação do novo coronavírus.

República Dominicana
O governo da República Dominicana decidiu manter as eleições legislativas e presidenciais do próximo dia 17 de maio. A Junta Central Eleitoral do país confirmou ontem que 82.525 funcionários trabalharão no pleito.

O ministro da Saúde, Rafael Sánchez, afirmou que a votação poderá, sim, ser realizada. A República Dominicana tem 312 casos confirmados de Covid – 19 e seis mortes.

Por Agência Brasil

COMENTE ABAIXO:

Propaganda
Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Login

Deixe uma resposta

Internacional

Grande terremoto atinge sul do México e provoca tsunami no Pacífico

De magnitude 7,4, o tremor atingiu o litoral sul do México

Publicados

em

Por


Um terremoto forte de magnitude 7,4 atingiu o litoral sul do México nesta terça-feira, matando ao menos uma pessoa, danificando estradas pavimentadas e desencadeando um tsunami em áreas litorâneas próximas do Pacífico.

Uma pessoa morreu em Oaxaca, relatou o governador local, Alejandro Murat, depois que o tremor atingiu o Estado na costa do Pacífico no meio da manhã.

O serviço sismológico mexicano disse que existe um tsunami em curso no litoral de Oaxaca e que o nível do mar subiu 60 centímetros na praia de Huatulco, um destino popular entre turistas norte-americanos e canadenses.

A agência de proteção civil do país recomendou que os moradores se afastem do litoral. Vídeos publicados em redes sociais mostraram a água do mar recuando em Oaxaca, um estado montanhoso que abriga plantações de café e resquícios da arquitetura colonial espanhola.

Miguel Candelaria, de 30 anos, estava trabalhando no computador na casa de sua família na cidade de Juchitán quando o chão começou a tremer. Ele correu para fora com os parentes, mas eles tiveram que parar no meio da rua porque o asfalto estava sacudindo.

“Não conseguíamos andar… a rua parecia chiclete”, disse Candelaria.

Vizinhos gritavam, aterrorizados, e alguns alertavam aos berros para que as pessoas se afastassem dos postes de luz, que pareciam prestes a cair, contou Candelaria, que trabalha com marketing de telecomunicações.

Terremotos de magnitude superior a 7 são sismos de grande dimensão capazes de provocar danos grandes e generalizados. Um terremoto de magnitude 7,1 que atingiu a região central do México em 2017 matou 355 pessoas na Cidade do México e em Estados vizinhos.

O tremor desta terça-feira provocou um alerta de tsunami nas costas do Pacífico do México e das Américas Central e do Sul. Ondas de até um metro de altura podem surgir no litoral mexicano, alertou a Agência Nacional Oceânica e Atmosférica dos Estados Unidos.

Edifícios tremeram na Cidade do México, localizada a centenas de quilômetros.

Por Agência Brasil

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CATEGORIAS

CATEGORIAS

CATEGORIAS

CATEGORIAS

MAIS LIDAS DA SEMANA