Economia

Governo pode definir compensação para evitar escalada dos combustíveis

O valor do barril chegou a subir 5% após os Estados Unidos executarem o principal líder militar do Irã, no dia 2

Publicados

em


O governo federal pode definir alguma forma de compensação para setores que tiverem muito lucro com a valorização do preço do petróleo no mercado internacional. O valor do barril chegou a subir 5% após os Estados Unidos executarem o principal líder militar do Irã, no dia 2.

Nessa segunda-feira (6), o ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque, informou que a compensação é uma das medidas que o governo estuda para evitar que o preço dos combustíveis saia de controle.

As ações para segurar a alta no preço da gasolina e do óleo diesel foram temas de uma reunião entre representantes do Ministério de Minas e Energia, da Petrobras, da Agência Nacional de Petróleo (ANP) e da PPSA, a estatal que gerencia e fiscaliza os contratos de exploração de petróleo nos campos do pré-sal.

O encontro foi coordenado pelo presidente Jair Bolsonaro, que descartou qualquer tipo de intervenção do governo na política de preços praticada pela Petrobras. Bolsonaro também considerou inviável tabelar o preço dos combustíveis e pediu a cooperação dos governadores.

Leia Também:  Ideb é referência em Morrinhos

 

Durante a reunião, a Petrobras anunciou que pretende se desfazer de oito refinarias. As quatro primeiras ficam nos estados de Pernambuco, Bahia, Paraná e Rio Grande do Sul. A meta é reduzir para 49% a participação da estatal no mercado de refino de petróleo no país. O presidente da Petrobras, Roberto Castello Branco, avaliou que, quando a empresa deixar de controlar o valor do combustível na refinaria, a concorrência no setor vai aumentar e o preço, cair.

 

Por Agência Brasil

COMENTE ABAIXO:

Propaganda
Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Login

Deixe uma resposta

Economia

Liberado o terceiro lote do segundo sorteio do Nota Legal de 2019

Pagamentos somam R$ 901,5 mil. Primeiro sorteio de 2020, que seria neste mês, foi adiado

Publicados

em

Por


Foto: Joel Rodrigues/Agência Brasília

Quem foi contemplado no segundo sorteio do Nota Legal de 2019 e indicou a conta bancária para recebimento do prêmio no período de 11 de janeiro a 20 de março pode conferir o saldo nesta quarta-feira (27). O terceiro lote de pagamentos soma R$ 901,5 mil, referentes a 625 indicações.

O sorteio foi em 25 de novembro, com 842.143 inscritos no programa aptos a participar. Pelas regras, cada documento fiscal eletrônico com CPF registrado equivale a um bilhete, independentemente do valor. As notas do último sorteio foram emitidas de 1º de novembro de 2018 a 30 de abril de 2019. O maior prêmio, de R$ 500 mil, foi para uma compra de R$ 17,66 em uma padaria no Sudoeste.

O primeiro lote foi pago em fevereiro, para quem indicou os dados bancários até 10 de dezembro, e totalizou R$ 885,4 mil. O segundo pagamento ocorreu em março, para os que informaram a conta até 10 de janeiro, no valor integral de R$ 287,4 mil. Quem tiver feito a indicação da conta após 20 de março receberá quando for liberado o quarto lote (R$ 49,7 mil). O prazo para indicação da conta pelos contemplados se encerrou em 23 de maio.

Leia Também:  Governador Mauro Carlesse abre consulta pública do PPA 2020-2023 e destaca importância da participação da sociedade

Dos 12,6 mil bilhetes premiados, 7.312 não receberam indicação. Assim, R$ 876 mil retornarão à conta do Tesouro do Distrito Federal. É fundamental manter os dados cadastrais atualizados no site do programa, uma vez que os vencedores dos sorteios são informados por e-mail.

Sorteio de 2020 foi adiado

Os inscritos no Nota Legal têm duas oportunidades no ano de ser premiados. A primeira edição de 2020 do sorteio, que estava marcada para 27 de maio, foi adiada em razão da suspensão até julho da Loteria Federal. Os números do concurso da Caixa são utilizados no sorteio do Nota Legal. 

 

AGÊNCIA BRASÍLIA

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CATEGORIAS

CATEGORIAS

CATEGORIAS

CATEGORIAS

MAIS LIDAS DA SEMANA