Cidades

Equipe Traterra vai representar o Pará na Volta Ciclística de Goiás

Publicado

em

A equipe de ciclismo da Traterra Construções vai correr na 19ª Volta Ciclística de Goiás. A competição, de cinco dias e seis etapas, será na cidade de Caldas Novas de 8 a 12 de junho. A prova, organizada pelo Magalhães Esporte Clube e pela Liga Goiana de Ciclismo, tem o objetivo de desenvolver a modalidade, assim como proporcionar o intercâmbio com outros municípios, estados e países.

O atleta de ciclismo e integrante da equipe Traterra Daelson Silva dos Santos possui diversos títulos no Pará e Nordeste e já participou, sozinho, do evento em 2019. Este ano será a primeira vez que uma equipe do Pará vai competir na volta ciclística mais disputada do Brasil. “Teremos uma equipe de oito pessoas, sendo seis atletas e dois dirigentes da categoria elite”, disse o ciclista.

Segundo Daelson, a Traterra Construções, por meio do Nilson Gusmão e do diretor de esporte Fábio Jordani Azevedo de Carvalho, possibilitou à equipe a competição em nível nacional. O time paraense já disputou em estados como Tocantins, Maranhão e Piauí.

Para o competidor, disputar em uma prova de dificuldade elevada é essencial. “Esse intercâmbio é de suma importância para o desenvolvimento técnico dos competidores. O nível de ciclismo lá é muito alto e isso é muito bom para os atletas competirem com os melhores”, concluiu.

PROGRAMAÇÃO
Dia 07/06 – Chegada das equipes a Caldas Novas
Dia 07/06 – 17h00 – Apresentação das equipes e entrega de kit com regulamento;
Dia 08/06 – 8h30 – 1ª Etapa: Caldas Novas / Morrinhos / Caldas Novas – 120 km;
Dia 09/06 – 8h30 – 2ª etapa: Caldas Novas / Ipameri / Caldas Novas – 140 km;
Dia 10/06 – 8h30 – 3ª etapa: Caldas Novas / Marzagão / Água Limpa / Caldas Novas – 152 km;
Dia 11/06 – 08h30 – 4ª etapa: Caldas Novas / Volta na serra / Rio Quente / Caldas Novas 88 km;
Dia 11/06 – 14h00 – 5ª Sub-etapa: Contra relógio individual estrada de FURNAS – 15 km;
Dia 12/06 – 09h30 – 6ª etapa: Circuito dentro da cidade de Caldas Novas – 1h30 + 3 Voltas.

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Cidades

Governador Ronaldo Caiado anuncia redução da alíquota do ICMS do etanol para 14,17%

Publicados

em

Medida começa a valer nesta sexta-feira (15/07) em consonância com aprovação de Proposta de Emenda Constitucional no Congresso Nacional. Esta é a segunda queda do imposto em menos de um mês

O Governo de Goiás anunciou nesta sexta-feira (15/07) redução para 14,17% a alíquota fixa do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Prestação de Serviços de Transporte Interestadual e Intermunicipal e de Comunicação (ICMS) para as operações internas com etanol hidratado combustível – EHC.

A alíquota do ICMS sobre o etanol já havia caído de 25% para 17% desde 27 de junho deste ano, quando o governador Ronaldo Caiado anunciou o atendimento às diretrizes da Lei Complementar 194/2022 aprovada pelo Congresso Nacional e sancionada pela presidência da República.

Agora, a nova redução atende o estabelecido em uma Proposta de Emenda Constitucional (PEC), que altera a Constituição Federal ao criar um estado de emergência, o que permite ao governo federal a concessão de uma série de benefícios sociais, entre eles, a redução da alíquota do combustível, o que ajudará a manter a competitividade do etanol frente à gasolina.

“Considerado o disposto no art. 4º da Emenda Constitucional nº 123, de 14 de julho de 2022, que determina o diferencial competitivo dos biocombustíveis destinados ao consumo final em relação aos combustíveis fósseis, [a Secretaria de Estado da Economia] comunica que, a partir de 15 de julho de 2022, as operações internas com etanol hidratado combustível – EHC devem ser tributadas pelo ICMS à alíquota de 14,17%”, informa a nota assinada pela secretária de Economia, Cristiane Schmidt.

Primeira redução
O governador Ronaldo Caiado anunciou no final de junho a redução do ICMS para os combustíveis, energia elétrica e comunicação. A alíquota de ICMS da gasolina e do etanol caiu de 30% e 25%, respectivamente, para 17%. Já o diesel, cujo porcentual era de 16%, recuou para 14%. Com isso, o preço da gasolina ao consumidor final teve queda superior a R$ 1,50 por litro. Já o etanol, a redução estimada ficou em R$ 0,80 por litro.

Foto: Procon-GO / Secretaria de Comunicação – Governo de Goiás

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CATEGORIAS

CATEGORIAS

CATEGORIAS

CATEGORIAS

MAIS LIDAS DA SEMANA