Política

Governador transfere capital para antiga Vila Boa e assina primeiro contrato do Goiás Empreendedor

Participam da agenda em Goiás dezenas de secretários de Estado, deputados estaduais e federais, vereadores vilaboenses e outras autoridades.

Publicados

em


Em comemoração aos 292 anos da querida Vila Boa, nesta quinta-feira (25/07), a cidade de Goiás torna-se a capital do Estado. Diante de moradores, turistas e autoridades, e ao lado da primeira-dama Gracinha Caiado e do vice Lincoln Tejota, o governador Ronaldo Caiado assinou termo de instalação dos Poderes Executivo, Legislativo e Judiciário em solenidade realizada em frente ao Palácio Conde dos Arcos, na Praça do Coreto. Entre os atos oficiais, foi assinado o primeiro contrato do recém-lançado Goiás Empreendedor, que beneficia uma microempresária vilaboense.

Vestido com a faixa de governador, Caiado vistoriou as tropas e viu descer pela Praça do Coreto o desfile militar. A cena, disse, provocou nostalgia porque foi ali, naquele mesmo lugar, que em sua infância e adolescência se reunia com amigos para empinar raia ou jogar bolinha de gude. O local traz lembranças do passado e desafios para o presente. ?É uma cidade que emociona a todos nós, que consegue manter viva a sua história e nos impõe o dever de mantermos essa tradição, a ética, a dignidade e a transparência, construindo o que o povo deseja?, resumiu o governador.

Presidente do Tribunal de Justiça de Goiás, o desembargador Walter Carlos Lemes ressaltou a relevância histórica da primeira capital do Estado, fundada ainda no ciclo do ouro. ?Goiás é nossa eterna cidade?, disse ao celebrar a transferência do Legislativo, Executivo e Judiciário. ?A união e parceria de todos os poderes são a melhor forma de enfrentar as crises e cumprir com todas as tarefas constitucionais.?

Já Lissauer Vieira, deputado e presidente da Assembleia Legislativa de Goiás, reconheceu publicamente a satisfação em concentrar as atividades nessa cidade tão histórica. ?Quero parabenizar o governador pela responsabilidade em conduzir o Estado, mantendo as tradições e a representatividade da cidade de Goiás, com todas as suas belezas naturais.?

Demandas de Goiás

Anfitriã do evento, a prefeita Selma Bastos contou que os moradores já começam a se preparar para a chegada dos três séculos de fundação, os 300 anos. Até lá, afirmou que pretende realizar muitas benfeitorias por meio de parcerias com o Governo de Goiás. Uma delas é o convênio que Caiado assinou hoje com o Hospital São Pedro de Alcântara, que vai abrir 10 leitos de UTI. O investimento anual é de R$ 10 milhões, beneficiando centenas de pessoas nas regiões dos rios Vermelho e Araguaia.

?Caiado é um homem íntegro, de reputação ilibada e que nos seus primeiros meses de governo se mostra atento aos desafios, que não são poucos. Entretanto, divide conosco o encaminhamento dos pleitos vilaboenses, ajudando a impulsionar o desenvolvimento dessa região?, elogiou Selma, ao conceder ao governador e à primeira-dama Gracinha Caiado a Comenda de Honra ao Mérito Cora Coralina. Em resposta, o governador reforçou seu posicionamento apartidário e republicano, que é o de levar benefícios aos cidadãos de cada canto de Goiás, em regime de colaboração com prefeitos.

Sobre o Festival Internacional de Cinema e Vídeo Ambiental, o Fica, Caiado garantiu que vai promover edições durante seu governo, mas que primeiro é necessário quitar as dívidas deixadas pela gestão anterior. Ele comentou ser absurdo que filmes vencedores do ano passado foram anunciados, mas nunca receberam de fato. Para realizar o Festival, Caiado busca parcerias, inclusive com o Governo Federal. E pediu apoio de universidades, artistas e prefeitura para retomar o desenvolvimento do setor cultural, a exemplo do Fica.

No setor do Turismo, o governador garantiu: ?Vou entregar ao povo de Goiás o Caminho de Cora pronto, antes de terminar meu mandato?. Isso será realizado graças a um trabalho conjunto que vem sendo desenvolvido pelo Governo de Goiás, por meio do Gabinete de Políticas Sociais, com a Unesco. Serão elaborados projetos para incrementar e impulsionar o turismo nas cidades goianas, explorando suas potencialidades gastronômicas, belezas naturais e históricas.

Goiás Empreendedor

Após a cerimônia oficial, o governador se dirigiu até um estande, onde assinou a concessão do primeiro crédito do Goiás Empreendedor. O programa foi lançado na terça-feira (23/07) garantir linhas de crédito e consultoria aos goianos que desejam ampliar ou investir em novos negócios. Tânia Cris, que trabalha na área de beleza e estética, foi a contemplada com empréstimo de R$ 13 mil. ?Esse dinheiro vai me ajudar a alavancar meu próprio negócio, ter minha independência, dar uma condição digna para minha família, além de empregar mais pessoas?, planejou a empresária.

A Secretaria de Indústria, Comércio e Serviços (SIC) espera fechar outros 14 mil contratos ao longo de um ano. ?Não existe ação social mais eficaz que a geração de empregos?, exaltou Caiado após assinar o contrato e desejar sorte à empreendedora. ?É isso que faremos nesse governo, criar condições, dar suporte aos goianos que trabalham, geram renda e criam oportunidades.?

A agenda de transferência da capital também contou com visita ao Poder Judiciário. No período da tarde, o governador e as autoridades participam das instalações do Ministério Público, da Defensoria Pública e da Grande Loja Maçônica na cidade de Goiás. A quinta-feira será encerrada com a solenidade de entrega da Comenda de Ordem do Mérito Anhanguera.

Governador transfere capital para antiga Vila Boa e assina primeiro contrato do Goiás Empreendedor

COMENTE ABAIXO:

Propaganda
Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Login

Deixe uma resposta

Política

Projeto de lei de Gleydson Nato busca garantir ações de transferência de renda aos estudantes de escolas estaduais

Já se encontra em tramitação, para análise, nas comissões da Assembleia Legislativa do Estado do Tocantins, o Projeto de lei de autoria do deputado Gleydson Nato (PTB), que pretende criar o Projeto Alimentação Estudantil – PAE, destinado à ações de transferência de renda aos estudantes da rede pública estadual de ensino, configurando benefício complementar emergencial, em razão do estado de calamidade pública em saúde decorrente da pandemia da COVID-19, e dá outras providências

Publicados

em

Por


O deputado Gleydson Nato argumentou as diretrizes de seu projeto – Foto Dicom AL-TO

 

Pelo projeto de Nato,  fica  o Poder Executivo autorizado a contratar junto à Caixa Econômica Federal ou ao Banco do Brasil como agentes financeiros para a operacionalização do PAE no que tange à elaboração da folha de pagamento a partir dos dados e informações que serão disponibilizados pela Administração Pública Estadual e ao pagamento dos benefícios, obedecidas as exigências legais.

?

 

Ao justificar sua proposta, Gleydson Nato  mostrou dados estatísticos do  IBGE, que mostram que cerca de nove   milhões de brasileiros entre zero e 14 anos vivem em situação de extrema pobreza, ressaltando que esse  quadro de insegurança alimentar, que já vinha se agravando, piorou ainda mais nas últimas semanas, em função da pandemia ocasionada pelo novo coronavírus, que obrigou creches e escolas a fecharem as portas.

 

?Infelizmente, esse quadro de insegurança alimentar, que já vinha se agravando, piorou ainda mais nos últimos meses,  por isso tomamos a iniciativa de apresentar esse Projeto de lei, para tentar, pelo menos, minimizar as dificuldades financeiras por que passa expressivo número de nossos estudantes das escolas públicas e suas famílias?, argumentou o parlamentar.

 

 

 Ascom/Deputado Gleydson Nato

 

 

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CATEGORIAS

CATEGORIAS

CATEGORIAS

CATEGORIAS

MAIS LIDAS DA SEMANA