Esportes

Nacional se diz ‘envergonhado’ por provocações de torcedores à Chape

O Nacional-URU emitiu uma carta à Conmebol com um pedido de desculpas devido a atitude de seus torcedores no confronto com a Chapecoense na quarta-feira (31), pela Taça Libertadores

Publicados

em


O Nacional-URU emitiu uma carta à Conmebol com um pedido de desculpas devido a atitude de seus torcedores no confronto com a Chapecoense na quarta-feira (31), pela Taça Libertadores.

Na partida na Arena Condá, torcedores uruguaios imitaram aviões em alusão a tragédia da Chape ocorrida em Medellín, na Colômbia, no dia 29 de novembro de 2016, que deixou 71 pessoas mortas, incluindo jogadores, jornalistas e toda a comissão técnica do clube catarinense.

Em documento enviado à entidade e direcionado ao presidente Alejandro Domínguez, o clube uruguaio se disse “envergonhado”.

“Em nome do Club Nacional de Football, profundamente consternados, fazemos chegar ao Sr. Presidente o nosso mais íntimo e profundo sentimento de vergonha por gestos cometidos por dois torcedores da nossa instituição em ocasião da partida disputada ontem [quarta-feira] pela Copa Libertadores da América contra a Associação Chapecoense de Futebol”, escreveu o clube uruguaio.

Nas redes sociais, diversos usuários criticaram as atitudes dos torcedores uruguaios e pediram uma providência da Conmebol. A entidade máxima do futebol sul-americano não se manifestou até o momento. Essa não foi a primeira vez que o acidente da Chapecoense foi usado como provocação por rivais.

Em abril do ano passado, torcedores do Criciúma gritaram “ão, ão, ão, abastace o avião” após vitória por 1 a 0 no Campeonato Catarinense. Em Portugal, uma organizada do Porto cantou “quem me dera que o avião da Chapecoense fosse do Benfica”.

COMENTE ABAIXO:

Propaganda
Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Login

Deixe uma resposta

Esportes

Vagner Mancini é o novo técnico do Atlético Goianiense

Treinador, de 53 anos, será apresentado ao clube nas próximas semanas

Publicados

em

Por


O Atlético-GO anunciou a contratação de Vagner Mancini, de 53 anos, como o novo treinador do clube. Junto com ele, chegaram para compor a comissão técnica o auxiliar-técnico Anderson Batatais e o analista técnico Cláudio Andrade. A apresentação de Mancini está prevista para as próximas semanas.

O presidente do Dragão, Adson Batista utilizou sua conta pessoal, no Twitter, para desejar boas vindas à Mancini. 

Vagner Mancini é o novo técnico do Atlético Goianiense

A equipe goianiense estava sob comando interino de Eduardo Souza, auxiliar da comissão técnica permanente, que assumiu o posto após a demissão do treinador Cristóvão Borges, em fevereiro. O novo técnico terá como desafio disputar a Série A do Campeonato Brasileiro, além de dar prosseguimento à campanha do Atlético na Copa do Brasil.

O último trabalho de Mancini foi no Atlético MIneiro onde permaneceu de outubro e dezembro do ano passado. Ele também teve passagens pelas equipes do Vitória, Grêmio, Santos, Chapecoense, Ceará, São Paulo, Athletico Paranaense, Cruzeiro e Botafogo. Fora do Brasil, Mancini comandou o Al Nasr, da Arábia Saudita. A maior conquista de Mancini no país foi em 2005, quando conquistou a Copa do Brasil pelo Paulista, time de Jundiaí, interior de São Paulo. 

Por Agência Brasil

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CATEGORIAS

CATEGORIAS

CATEGORIAS

CATEGORIAS

MAIS LIDAS DA SEMANA