Tecnologia

Portal Goiás Digital ultrapassa marca dos 150 mil acessos

Menos burocrático e mais acessível. A definição sobre a plataforma Goiás Digital é da empresária Nayara Ribeiro, que está entre as quase 154 mil pessoas que acessaram algum dos mais de 50 serviços estaduais oferecidos ao cidadão por meio da internet. ?Em virtude da pandemia, o governo acertou em cheio, disponibilizando vários serviços em um lugar só?, avaliou Nayara, que soube da plataforma por meio das redes sociais e ficou satisfeita com a praticidade em obter a segunda via da fatura de água

Publicados

em


Desenvolvida em conjunto pela Secretaria de Desenvolvimento e Inovação (Sedi) e Secretaria de Administração (Sead), o Goiás Digital foi lançado há dois meses e é resultado do compromisso do Governo estadual, já assumido antes da pandemia, de modernizar os atendimentos. Esta é uma das diretrizes encampadas pela gestão do governador Ronaldo Caiado, que tem atuado para transformar e democratizar o acesso do cidadão aos serviços públicos.

Nayara está entre os 153.660 visitantes únicos ? quantidade de pessoas que visitaram o site, independentemente da quantidade de vezes que o fez. Do total de acessos, 68% foram realizados por celular, 32% pelo computador.

Não coincidentemente, em razão da pandemia, dentre os serviços que configuram entre os mais solicitados está o de Consulta de Liberação Provisória de Atividades. Digitando o CNPJ de seu negócio, o empresário pode verificar os protocolos para funcionamento de sua empresa e se a reabertura foi liberada. A Subsecretaria de Tecnologia da Informação da Sedi utilizou o cadastro das empresas no sistema da Juceg, cruzando as informações obtidas com as regras do decreto do governador Ronaldo Caiado.

Agendamento para atendimento presencial no Vapt Vupt, solicitação de Seguro Desemprego e Denúncia Procon também figuram entre os serviços com maior demanda desde o lançamento da plataforma. Mas há uma série de outros recursos à disposição da população, como solicitação de 2ª Via da CNH, agendamento de consultas médicas no Ipasgo, parcelamento de IPVA, consulta de débitos da Saneago, entre outros atendimentos oferecidos por órgãos estaduais.

Nayara conta que também gostou de informações de utilidade pública que são disponibilizadas no portal. ?Sou doadora de sangue e descobri o indicador de quantas bolsas estão disponíveis no Hemocentro?, comentou.

Disponível no endereço www.go.gov.br, o Goiás Digital oferece mais de 50 serviços de órgãos estaduais, por meio de qualquer dispositivo, seja computador, celular ou tablet. Com um único usuário e senha, o cidadão consegue usufruir de todos os serviços integrados com a plataforma. No portal também estarão disponibilizados informações e o passo a passo para a realização dos serviços públicos que ainda não são possíveis de serem realizados remotamente, tais como documentação necessária, onde, como solicitar, valor de taxas (quando preciso), entre outras. O Goiás Digital ainda permite o acesso ao portal do Governo Federal, graças a adesão do Governo de Goiás à Rede Gov.br, que disponibiliza serviços da União digitalmente. O sistema oferece um nível de segurança compatível com o grau de exigência, natureza e criticidade dos dados e das informações pertinentes ao serviço público solicitado.

Secretaria de Comunicação ? Governo de Goiás

COMENTE ABAIXO:

Propaganda
Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Login

Deixe uma resposta

Tecnologia

Usuários do Google Chrome são alvo de ataque cibernético

Empresa disse que removeu mais de 70 extensões maliciosas

Publicados

em

Por


Um ataque de spyware recém-descoberto mirou 32 milhões de downloads de extensões do navegador de internet Google Chrome, disseram pesquisadores da Awake Security, destacando a falha do setor de tecnologia em proteger browsers apesar de serem cada vez mais usados para acesso a emails, folhas de pagamento e outras funções sensíveis.

O Google disse que removeu mais de 70 extensões maliciosas da Chrome Web Store depois de ser alertado pelos pesquisadores no mês passado.

“Quando somos alertados sobre extensões na Web Store que violam nossas políticas, agimos e usamos esses incidentes como material de treinamento para melhorar nossas análises automáticas e manuais”, disse o porta-voz do Google, Scott Westover, à Reuters.

A maioria das extensões gratuitas pretendia alertar os usuários sobre sites questionáveis ou converter arquivos de um formato para outro. Em vez disso, eles extraíram o histórico de navegação e os dados que forneciam credenciais para acesso a ferramentas corporativas.

Com base no número de downloads, foi o ataque de maior alcance na Chrome Store até o momento, segundo o cofundador e cientista-chefe da Awake, Gary Golomb.

O Google se recusou a discutir como o spyware se compara a ataques anteriores, a amplitude dos danos ou por que a empresa não detectou e removeu as extensões comprometidas por conta própria.

Não ficou claro que grupo está por trás do esforço de distribuição do malware. A Awake disse que os desenvolvedores forneceram informações de contato falsas quando enviaram as extensões ao Google.

Se alguém usar o Chrome infectado por uma dessas extensões em um computador doméstico, o malware transmitirá as informações roubadas da máquina, afirmaram os pesquisadores. Em redes corporativas, que incluem serviços de segurança, o computador não envia os dados confidenciais nem se conectará a versões falsas de sites, segundo eles.

Todos os domínios em questão, mais de 15 mil que eram conectados entre si, foram comprados de uma pequena empresa em Israel, Galcomm, conhecida formalmente como CommuniGal Communication. A Awake disse que a Galcomm deveria saber o que estava acontecendo.

Em um e-mail, o proprietário da Galcomm, Moshe Fogel, disse à Reuters que sua empresa não havia feito nada errado.

“A Galcomm não está envolvida e não cumpre nenhuma atividade maliciosa”, escreveu Fogel. “Você pode dizer exatamente o contrário: cooperamos com os órgãos policiais e de segurança para impedir o máximo que pudermos.”

Por Agência Brasil

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CATEGORIAS

CATEGORIAS

CATEGORIAS

CATEGORIAS

MAIS LIDAS DA SEMANA