Esportes

Situação financeira do Goianésia Esporte Clube permite que diretoria lance projeto para construção de Centro de Treinamento

Mesmo com a paralisação das competições no Brasil devido a pandemia do novo coronavírus, presidente do clube afirma que conseguiu manter as contas do clube em dias

Publicados

em


O presidente do Goianésia Esporte Clube, Marco Antônio Maia, lançou recentemente o projeto para construção do Centro de Treinamento do Azulão do Vale – como é conhecido o time. Segundo Marco Antônio, a construção do CT será um divisor de águas na história do clube. Ele explicou que o lançamento do projeto só será possível graças a boa situação administrativa e financeira do clube.

 

Mesmo com a paralisação das competições no Brasil devido à pandemia do novo coronavírus, Marco Antônio afirma que conseguiu manter as contas do clube em dia. ?O Goianésia conseguiu pagar todas as dívidas trabalhistas, civil e tributárias. São poucos times no Brasil que conseguem estar nesta posição”, ressaltou. 

 

O Goianésia Esporte Clube figura na lista dos poucos clubes do interior goiano que conseguiu dispensar os jogadores com o salário do mês de março pago integralmente, após o início da quarentena devido a pandemia do coronavírus. Ainda sem saber quando será o retorno aos campos o presidente ressalta tranquilidade. Segundo ele, como o clube honrou todos seus compromissos, não terá problemas com contratações. ?Hoje qualquer jogador quer defender as cores do Azulão do Vale. Temos a imagem de bons pagadores no meio do futebol. Isso é um ponto extremamente positivo e fruto do trabalho de gestão financeira que realizamos no clube?, disse.

 

“Desde sua criação, em 28 de março de 1955, o Goianésia passou por altos e baixos. Na maioria das vezes, sempre teve sua imagem atrelada ao poder público, de onde recebia recursos para se manter. Fazer com que o clube andasse com as próprias pernas foi um dos maiores desafios desde que assumi a gestão em 2018. O cenário econômico do clube era crítico, inclusive, com risco de parar de existir, tínhamos muitas dívidas e nenhum patrimônio”, explicou o presidente do clube. 

 

Em 2017, o time foi rebaixado para a Segunda Divisão do Campeonato Goiano. Na época, o clube não recebeu nenhum repasse do poder público.  Marco Antônio relatou que foi preciso fazer um planejamento estratégico para que o Goianésia Esporte Clube voltasse para elite da competição sem que precisasse se manter exclusivamente de verbas públicas.  “Hoje, nossa maior fonte de receita vem do programa Sócio Torcedor e dos nossos patrocinadores. O fortalecimento da imagem do clube garantiu até mesmo um patrocinador master internacional, que é da Inglaterra”, afirmou.

 

Centro de Treinamento

Uma área de cerca de um alqueire será comprada para a construção do Centro de Treinamento (CT) do clube. Com a construção do local, será iniciado também um trabalho para formação de jogadores e execução de trabalhos sociais em Goianésia. Para o presidente, a parte social é uma das mais esperadas pela comunidade local e pela própria direção do clube. “O atacante Michael, descoberto pelo Goianésia e hoje um dos reforços do Flamengo, é um grande exemplo de superação e da importância do trabalho que o futebol exerce na vida dos atletas. Ele relata que vivia nas drogas, e que se não tivesse entrado no futebol estaria morto ou preso. Mas graças a oportunidade que o Goianésia deu, ele está brilhando a nível nacional. Quando a estrutura do CT estiver pronta, ficará mais fácil trabalhar categorias de base que renderão frutos não somente para o clube, mas também para a cidade”, concluiu.

 

Lucas Cássio

COMENTE ABAIXO:

Propaganda
Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Login

Deixe uma resposta

Esportes

Vagner Mancini é o novo técnico do Atlético Goianiense

Treinador, de 53 anos, será apresentado ao clube nas próximas semanas

Publicados

em

Por


O Atlético-GO anunciou a contratação de Vagner Mancini, de 53 anos, como o novo treinador do clube. Junto com ele, chegaram para compor a comissão técnica o auxiliar-técnico Anderson Batatais e o analista técnico Cláudio Andrade. A apresentação de Mancini está prevista para as próximas semanas.

O presidente do Dragão, Adson Batista utilizou sua conta pessoal, no Twitter, para desejar boas vindas à Mancini. 

Vagner Mancini é o novo técnico do Atlético Goianiense

A equipe goianiense estava sob comando interino de Eduardo Souza, auxiliar da comissão técnica permanente, que assumiu o posto após a demissão do treinador Cristóvão Borges, em fevereiro. O novo técnico terá como desafio disputar a Série A do Campeonato Brasileiro, além de dar prosseguimento à campanha do Atlético na Copa do Brasil.

O último trabalho de Mancini foi no Atlético MIneiro onde permaneceu de outubro e dezembro do ano passado. Ele também teve passagens pelas equipes do Vitória, Grêmio, Santos, Chapecoense, Ceará, São Paulo, Athletico Paranaense, Cruzeiro e Botafogo. Fora do Brasil, Mancini comandou o Al Nasr, da Arábia Saudita. A maior conquista de Mancini no país foi em 2005, quando conquistou a Copa do Brasil pelo Paulista, time de Jundiaí, interior de São Paulo. 

Por Agência Brasil

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CATEGORIAS

CATEGORIAS

CATEGORIAS

CATEGORIAS

MAIS LIDAS DA SEMANA