Educação

Crianças e jovens com deficiência poderão ter prioridade em matrícula escolar

Publicado

em

Aluno cadeirante participa de atividade física em escola pública de Curitiba

Creches, pré-escolas e escolas de ensino fundamental e médio, desde que mantidas ou subsidiadas pelo poder público, terão que dar prioridade à matrícula de crianças e adolescentes com deficiência, propõe a senadora Nilda Gondim (MDB-PB) em um projeto apresentado em 16 de junho. O PL 2.201/2021 modifica o Estatuto da Criança e do Adolescente e o Estatuto da Pessoa com Deficiência.

A senadora chama a atenção para a necessidade de crescente atualização das normas que regulamentam os direitos fundamentais estabelecidos na Constituição. Para ela, a falta de reconhecimento das dificuldades específicas de crianças e adolescentes com deficiência constitui uma das “práticas sociais tradicionais” que impõem dificuldades na obtenção de vagas escolares.

“As pretensões civilizatórias do país devem rechaçar esse tipo de ‘ignorância estratégica’, que não pode gerar outro resultado que não a triste e improdutiva manutenção do estado de coisas. Cabe ao Estado o papel de criar mecanismos para efetivar a tão almejada igualdade”, argumenta Nilda Gondim na justificativa do projeto.

O acesso à educação adequada tem o potencial de alterar a condição da pessoa com deficiência, acrescenta a parlamentar, que destaca ainda o potencial do uso de novas tecnologias no ensino e a importância da superação de obstáculos para as crianças e adolescentes com deficiência.

Se o projeto for aprovado, Nilda propõe um prazo de 90 dias, a partir da sanção da lei, para que as creches e escolas possam se adaptar à nova legislação.

Fonte: Agência Senado

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Educação

Inscrições para Programa Universitário do Bem (ProBem) terminam na próxima sexta-feira (16/07)

Publicados

em

Estudantes em situação de vulnerabilidade social cadastrados no CadÚnico devem acessar o site ovg.org.br até às 23h59 do dia 16 de julho para se candidatar ao benefício do Governo de Goiás.

“Agora, nós temos uma seleção mais inclusiva, que deixa todo processo transparente e justo”, destaca presidente de honra da OVG e coordenadora do Gabinete de Políticas Sociais, primeira-dama Gracinha Caiado

O Governo do Estado, por meio da Organização das Voluntárias de Goiás (OVG), encerra, na próxima sexta-feira (16/07), o prazo para inscrições no Programa Universitário do Bem (ProBem). Ao todo, 5 mil estudantes cadastrados no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico) serão contemplados com o benefício.

Para concorrer à bolsa, as inscrições devem ser realizadas no site da OVG (ovg.org.br) até às 23h59 do dia 16 de julho. O resultado final do processo seletivo será divulgado no início de agosto. Com os novos bolsistas, o Programa alcança a marca de 10 mil beneficiários atendidos no segundo semestre de 2021.

São ofertadas 4 mil bolsas, que vão custear 50% do valor da mensalidade (bolsa parcial), e 1 mil que vão cobrir 100% (bolsa integral). Para a maioria dos cursos, o benefício parcial pode chegar a R$ 650 e o integral a R$ 1.500. Já para alunos de medicina e odontologia, as bolsas serão de R$ 2.900 (bolsa parcial) e R$ 5.800 (bolsa integral). O benefício será oferecido para o segundo semestre deste ano.

Com a sanção do ProBem, o processo seletivo traz uma novidade para os estudantes mais vulneráveis: agora, a bolsa de estudos pode ser concedida desde o primeiro semestre da faculdade. Além disso, o programa lançado no início deste ano aumentou o valor do benefício e passou a priorizar cursos com maior chance de empregabilidade e de melhoria na vida dos estudantes após a formatura.

A presidente de honra da OVG e coordenadora do Gabinete de Políticas Sociais (GPS), primeira-dama Gracinha Caiado, destaca a importância das mudanças implementadas na vida dos universitários goianos. “O governador Ronaldo Caiado sempre diz que a educação de qualidade é uma de suas prioridades, por isso o ProBem tem um lugar especial em nosso governo. Agora, nós temos uma seleção mais inclusiva, com dados do CadÚnico, que deixa todo o processo mais transparente e justo. Conseguimos beneficiar quem realmente precisa e mudar a realidade na qual os estudantes estão inseridos”, destaca.

ProBem
Sancionado no dia 5 de janeiro de 2021 pelo governador Ronaldo Caiado, o ProBem tem como objetivo auxiliar no desenvolvimento social e econômico do Estado de Goiás por meio da concessão de bolsas de estudos, mediação do acesso ao mundo do trabalho e fomento à participação cidadã para estudantes universitários em situação de vulnerabilidade social.

A seleção dos bolsistas, agora, leva em conta a condição de vida da família, não apenas a renda, avaliando os dados do Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico), tais como: qualidade da moradia, dificuldade de acesso à educação, inclusive com análise da existência de familiares (como pais) analfabetos ou semianalfabetos.

As dúvidas sobre o Programa podem ser esclarecidas pelo telefone (62) 3201-9351 ou pelo WhatsApp (62) 99641-6090.

Serviço:
Assunto: Inscrições do ProBem se encerram na próxima sexta-feira
Quando: 16 de julho de 2021 (até 23h59)
Inscrições: Site da OVG (ovg.org.br)
Informações: (62) 3201-9351 (Central de Relacionamento do ProBem)

Organização das Voluntárias de Goiás (OVG) – Governo de Goiás

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CATEGORIAS

CATEGORIAS

CATEGORIAS

CATEGORIAS

MAIS LIDAS DA SEMANA