Cidades

ENEL investe R$ 2,7 milhões para diminuir conta de energia as prefeituras de Goiatuba e Buriti Alegre

Publicado

em

 

Troca de 2,2 mil lâmpadas vão proporcionar uma economia aos cofres públicos de cerca de R$ 690 mil por ano com iluminação pública. 

A Enel Distribuição Goiás investiu cerca de R$ 2,7 milhões para melhorar a iluminação pública dos municípios de Goiatuba e Buriti Alegre, na região Sul do Estado. Por meio do programa Enel Compartilha Eficiência foram substituídas nas cidades em torno de 2,2 mil lâmpadas amarelas por outras de LED, que são mais econômicas, eficientes e duram até 10 vezes mais que as lâmpadas comuns. A iniciativa vai beneficiar cerca de 11 mil clientes com uma iluminação de melhor qualidade, além de proporcionar uma economia de aproximadamente R$ 690 mil por ano aos cofres públicos. Os projetos são financiados com recursos da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel).

O responsável pela área de Sustentabilidade da Enel Distribuição Goiás, Adriano Faria, explica que a troca de iluminação vai proporcionar mais de 1.300 MWh/ ano de economia de energia para os dois municípios, o equivalente ao consumo médio anual de aproximadamente 725 residências. “Em reais, isso representa uma economia de mais ou menos R$ 690 mil anualmente na conta de luz das prefeituras. Além disso, as lâmpadas LED iluminam mais do que as convencionais, o que traz mais segurança à população”, explica.

Os prefeitos das cidades comemoram as obras de eficiência energética. “Agradecemos essa parceria com a Enel. Fomos contemplados com mais de 1 mil lâmpadas de LED. Estamos muito felizes com essa notícia, que representa mais economia para os cofres públicos”, afirma o prefeito de Goiatuba, José Alves Vieira. Já o prefeito de Buriti Alegre, André Chaves ressalta a modernização da iluminação pública: “Recebemos R$ 1 milhão em benefícios. Tivemos mais de mil luminárias substituídas, todas por LED, que gerará uma economia para o município de mais de R$ 300 mil, além da recuperação da iluminação, que terá menos custo de manutenção, mais eficiência e mais segurança para a população.”

Chamada Pública

O projeto de eficiência energética em iluminação pública das Prefeituras de Goiatuba e de Buriti Alegre foram selecionados em chamada pública para financiamento de projetos com foco no consumo eficiente de energia elétrica. Desde 2017, quando a Enel assumiu a distribuição de energia em Goiás, já foram investidos R$ 63,8 milhões em 38 projetos de eficiência energética, que além de troca de lâmpadas prevê substituição de aparelhos de ar-condicionado e instalação de usinas fotovoltaicas, entre outras iniciativas.

default

Os projetos são financiados com recursos do Programa de Eficiência Energética (PEE), da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel). Somente em 2020, na Enel Distribuição Goiás, os projetos proporcionaram uma economia no consumo de energia estimada em 10.457 MWh/ano, o que seria suficiente para abastecer 4.357 mil residências com um consumo mensal de 200 kWh por mês.

Além dos benefícios econômicos, os projetos de eficiência energética têm um impacto positivo ao meio ambiente. Ao promover o consumo sustentável e eficiente de energia, evitam a emissão de mais de 645 toneladas por ano de gás carbônico (CO2), um dos principais responsáveis pelo aquecimento global. Para efeito de comparação, esse volume equivale ao plantio de 4.355 árvores por ano.

Nosso objetivo é promover o consumo inteligente e eficiente de energia. Por isso, desenvolvemos projetos e obras de eficiência energética que ajudam a disseminar a cultura do consumo racional entre os nossos consumidores”, finaliza Adriano.

Sobre a Enel Distribuição Goiás

A Enel Distribuição Goiás, subsidiária da multinacional italiana Enel, atende 237 municípios do Estado de Goiás, abrangendo 98,7% do território estadual, com cobertura de uma área de 336.871 km². A Região Metropolitana de Goiânia representa a maior concentração do total de 3 milhões de clientes atendidos pela companhia. A estratégia de atuação da Enel é baseada no seu Plano de Sustentabilidade e nos compromissos assumidos com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da Agenda 2030 da ONU.

COMENTE ABAIXO:

Andreazza Joseph é um dos muitos potiguares talentosos que estão espalhados pelo mundo, multifacetado, possuindo formação em Direito e Jornalismo, além de atuar como produtor audiovisual na AgênciAzzA. Com sua paixão pela cultura nordestina, ele se destaca como um cordelista e multi-instrumentista. Sua habilidade em diversas áreas o torna uma figura versátil e criativa, trazendo uma perspectiva única para cada matéria que escreve."

Propaganda

Cidades

Luz Para Todos: Governo Federal anuncia R$ 2,6 bilhões em novos contratos no Pará

Publicados

em

Em Breves (PA), Ministério de Minas e Energia anunciou investimentos que vão beneficiar 70 mil unidades consumidoras em todas as regiões do estado do Pará

O Ministério de Minas e Energia anunciou, nesta quinta-feira (29/2), investimentos de R$ 2,6 bilhões do Luz Para Todos, no Pará. Foram assinados novos contratos do programa durante cerimônia no município de Breves. Serão atendidas cerca de 70 mil unidades consumidoras, incluindo regiões remotas no estado.

“Assinamos hoje, R$ 2,7 bilhões em novos contratos. Até 2025, novas 70 mil famílias terão mais luz. Todas as famílias do Pará terão energia até 2026. Estamos aqui para mostrar que o Luz para Todos voltou a iluminar a vida de brasileiras e brasileiros. É o maior programa de combate à pobreza energética do mundo, é dignidade para a nossa gente. O governo do presidente Lula leva não apenas a energia, mas a esperança e a realidade de uma vida melhor. Luz é sinônimo de vida, é segurança, é desenvolvimento e oportunidade de emprego”, destacou o ministro de Minas e Energia, Alexandre Silveira.

Neste novo contrato do Luz Para Todos, serão atendidas 70 mil unidades consumidoras com investimento de R$ 2,6 bilhões. Em localidades remotas, serão 29.914 unidades consumidoras contempladas com kits solares e investimento de R$ 1,2 bilhão. Também serão realizadas 39.644 ligações por extensão de rede com investimento de R$ 1,5 bilhão, sendo quase 280 mil pessoas beneficiadas em 58 municípios do Pará.

O governo do presidente Lula leva não apenas a energia, mas a esperança e a realidade de uma vida melhor. Luz é sinônimo de vida, é segurança, é desenvolvimento e oportunidade de emprego”

Alexandre Silveira, ministro de Minas e Energia

Em 2023, o Pará foi o estado brasileiro que mais recebeu recursos do novo Luz para Todos, com mais de R$ 1 bilhão investido e 25 mil conexões realizadas.

O Governo Federal relançou o Programa Luz para Todos em 2023 com o objetivo de acelerar o ritmo de atendimento da população que ainda não tem acesso ao serviço de energia elétrica. Eram 500 mil famílias sem acesso à energia. A nova fase do Programa, contribuirá com os esforços para democratização do acesso e uso da energia elétrica; erradicação da extrema pobreza e para o desenvolvimento social e econômico das comunidades atendidas.

Ainda segundo o ministro, o Luz para Todos faz parte das iniciativas do Governo Federal de combate à pobreza energética e da transição energética justa e inclusiva. “E, aqui, iluminados pelo povo e pelas tradições e pelo sorriso do povo da Ilha de Marajó, em Breves, reafirmo nosso compromisso de trabalharmos juntos para tirar da escuridão a vida de milhares de brasileiras e brasileiros. Por isso, reafirmo nosso compromisso, o compromisso do presidente Lula: todas as famílias paraenses terão luz até 2026. O governo do presidente Lula está na Ilha do Marajó, e vamos continuar trazendo ações que, de verdade, melhorem a vida das pessoas”, finalizou o ministro.

Também participaram da solenidade o governador do Pará, Helder Barbalho, senadores, deputados federais e estaduais, prefeitos e moradores da região.

LUZ PARA TODOS – De 2003 até 2024 o Programa Luz para Todos já atendeu 3,7 milhões de unidades consumidoras, com 17,4 milhões de pessoas beneficiadas no meio rural e regiões remotas da Amazônia Legal. Nesse período, foram investidos R$ 24 bilhões.

Somente em 2023, 64,5 mil famílias foram beneficiadas pelo programa com investimentos de R$ 1,4 bilhão. A região Norte respondeu por 43 mil ligações, entre localidades rurais e da Amazônia Legal. Para este ano, a meta do Programa Luz Para Todos no PAC é atender 75 mil unidades consumidoras e investimentos previstos chegam à ordem de R$ 2,5 bilhões, chegando a mais de 300 mil pessoas em áreas rurais e em regiões remotas da Amazônia Legal

No estado do Pará, de 2004 até o presente momento, aproximadamente 515 mil unidades consumidoras foram atendidas pelo Luz Para Todos, beneficiando cerca de 2,4 milhões de pessoas. Deste total, 26.629 famílias foram atendidas por sistemas remotos, com investimentos de aproximadamente R$ 4,3 bilhões.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CATEGORIAS

CATEGORIAS

CATEGORIAS

CATEGORIAS

MAIS LIDAS DA SEMANA