Educação

Caldas Novas está entre as cidades com a melhor educação pública do Brasil

Publicado

em

Por: Andreazza Joseph

Para incentivar a educação pública de qualidade, a startup de educação Melhor Escola criou um ranking com as melhores escolas públicas do país.

Caldas Novas é conhecida mundialmente como a maior estância hidro termal do mundo, assim como também, é apontada como o 5º destino turistico do Brasil, recentemente, após uma pesquisa de opinião, duas escolas da rede estadual de ensino no municipio, aparecem entre as 10 nacionais com o melhor ensino de qualidade, foi o que apontou o ranking.

Atualmente, sabe-se que a educação brasileira se encontra em estado grave. Segundo a primeira etapa do Censo Escolar de 2021, mais de 650 mil crianças saíram da escola nos últimos três anos. Além disso, durante a pandemia, o número de crianças que não sabem ler e nem escrever cresceu 66% de acordo com análise feita pela organização Todos Pela Educação.

Dessa forma, com o intuito de incentivar uma educação pública de qualidade, o site Melhor Escola – um marketplace de educação básica do Brasil – fez uma pesquisa com milhares de pais, mães e responsáveis para saber quais as 10 melhores escolas públicas do país.

Na 8ª colocação está o Colégio Estadual De Caldas Novas – é muito bem avaliado pelos pais, alunos e funcionários da instituição, reflexo do comprometimento com um ensino de qualidade que a escola oferece. O Colegio Estadual De Caldas Novas se localiza em: Rua Victor De Ozeda Ala, SN- Centro, Caldas Novas – Goiás.

 

Já na 9ª Colocação, aparece a Escola Estadual Juscelino Kubitschek com a nota 4,6
A Escola Estadual Juscelino Kubitschek oferece toda a estrutura necessária para o conforto e desenvolvimento educacional dos seus alunos, como por exemplo: Internet, Banda Larga, Refeitório, Laboratório de Informática, Sala de Leitura, Pátio Coberto, Pátio Descoberto, Sala do Professor e Alimentação.

A Escola Estadual Juscelino Kubitschek é muito bem avaliada pelos pais, alunos e funcionários da instituição, reflexo do comprometimento com um ensino de qualidade que a escola oferece.

 

Para a pesquisa foram consideradas 79.612 instituições públicas de ensino básico cadastradas no portal. Porém, os responsáveis tiveram que avaliar as escolas que eles já tiveram contato. Assim, eles deram notas de 0,5 a 5 para os seguintes critérios: motivação dos estudantes, infraestrutura física da escola, participação da comunidade e desenvolvimento socioemocional dos alunos.

Dentre as cidades que estão no ranking têm-se: Rio de Janeiro, Salvador, Santos, Jundiaí, Cajamar, Belém e Caldas Novas. Sendo assim, o colégio Ceja Madureira, localizado na capital carioca, foi o que conquistou a primeira colocação com a nota média de 4,79.

A escola, além de ter a metodologia EJA (Educação de Jovens e Adultos), também conta com ensino fundamental e médio semipresencial. No ENEM 2019 a instituição de ensino obteve média de 510.4, maior do que a média geral do Brasil, que foi de 504,9.

O ranking completo com as 10 melhores escolas públicas do Brasil pode ser visto através do desse link a seguir: https://www.melhorescola.com.br/artigos/confira-as-melhores-escolas-publicas-do-brasil

Desde 2013, o site Melhor Escola, conecta alunos a escolas da Educação Básica de todo o Brasil. Assim, além de contar com informações de todas as escolas cadastradas no MEC (mais de 180 mil) para os pais que estão buscando por colégios, ele também oferece descontos nas mensalidades das escolas parceiras (mais de 7.000).

COMENTE ABAIXO:

Andreazza Joseph é um dos muitos potiguares talentosos que estão espalhados pelo mundo, multifacetado, possuindo formação em Direito e Jornalismo, além de atuar como produtor audiovisual na AgênciAzzA. Com sua paixão pela cultura nordestina, ele se destaca como um cordelista e multi-instrumentista. Sua habilidade em diversas áreas o torna uma figura versátil e criativa, trazendo uma perspectiva única para cada matéria que escreve."

Propaganda

Educação

Enem 2024: inscrições prorrogadas até 14 de junho

Publicados

em

MEC garante uma semana extra para estudantes do Rio Grande do Sul e de todo o Brasil. Quem está concluindo o ensino médio em escola pública não paga taxa de inscrição

O Ministério da Educação (MEC) e o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) prorrogaram em uma semana o período de inscrições do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2024. O prazo, que terminaria na sexta-feira, 7 de junho, foi ampliado para a próxima sexta, 14 de junho. Neste contexto, outras datas que fazem parte do cronograma do exame também foram ajustadas. As solicitações de atendimento especializado e tratamento por nome social também vão até 14 de junho. O pagamento da taxa de inscrição segue até 19 de junho. O Inep aplicará as provas em 3 e 10 de novembro, nas 27 unidades da Federação.

“Com essa decisão, nós queremos ampliar ainda mais as oportunidades para que os jovens façam o Enem, que é a porta de entrada para a graduação. Estudantes do Rio Grande do Sul e de todo o Brasil agora têm mais uma semana para se inscrever, pela Página do Participante. Quem está concluindo o ensino médio em escola pública não paga taxa de inscrição”, anunciou o Ministro de Estado da Educação, Camilo Santana.

Balanço – Estados como Alagoas, Amapá, Bahia, Ceará, Distrito Federal, Espírito Santo, Goiás, Pará, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Rio Grande do Norte e Sergipe já estão com praticamente todos os concluintes da rede pública de ensino médio inscritos no Enem. Mesmo no Rio Grande do Sul, que enfrenta as dificuldades em função da tragédia climática, já são mais de 70% dos formandos da rede pública inscritos.

Orientações – Para realizar a inscrição, é necessário acessar a Página do Participante com o login único do Gov.br. Quem não lembra a senha da conta pode recuperá-la a partir das orientações da própria plataforma. A aprovação da isenção da taxa ou da justificativa de ausência, na edição de 2023, não significa que a inscrição para o Enem 2024 foi realizada automaticamente. É necessário se inscrever no exame para participar. O portal do Inep conta com uma página em que é possível encontrar as principais orientações para os participantes do Enem. Há também uma seção destinada às perguntas frequentes sobre o exame. Com isso, os interessados podem conferir os questionamentos mais comuns e os respectivos esclarecimentos.

Taxa – Quem não é isento deve pagar a taxa de inscrição, que continua no valor de R$ 85. Ela pode ser paga por boleto (gerado na Página do Participante), Pix, cartão de crédito, débito em conta corrente ou poupança (a depender do banco). Para pagar por Pix, basta acessar o QR code que consta no boleto.

Enem – O Exame Nacional do Ensino Médio avalia o desempenho escolar dos estudantes ao término da educação básica. Ao longo de mais de duas décadas de existência, o Enem se tornou a principal porta de entrada para a educação superior no Brasil, por meio do Sistema de Seleção Unificada (Sisu) e de iniciativas como o Programa Universidade para Todos (Prouni).

Instituições de ensino públicas e privadas utilizam o Enem para selecionar estudantes. Os resultados são utilizados como critério único ou complementar dos processos seletivos, além de servirem de parâmetro para acesso a auxílios governamentais, como o proporcionado pelo Fundo de Financiamento Estudantil (Fies).

Os resultados individuais do Enem também podem ser aproveitados nos processos seletivos de instituições portuguesas que possuem convênio com o Inep para aceitarem as notas do exame. Os acordos garantem acesso facilitado às notas dos estudantes brasileiros interessados em cursar a educação superior em Portugal.

Acesse o edital do Enem 2024

Acesse a Página do Participante

Acesse a plataforma Gov.br

Acesse a página de orientações do Enem

Acesse a página de perguntas frequentes do Enem

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CATEGORIAS

CATEGORIAS

CATEGORIAS

CATEGORIAS

MAIS LIDAS DA SEMANA